Categorias
Patagônia

Nem tão sozinho assim

Desde que comecei a planejar a viagem tentei achar alguma companhia para fazer minha viagem. Sabia que seria tarefa dificil, afinal, não é em qualquer esquina que a gente acha alguém disposto a largar tudo, emprego, faculdade, família para viver uma aventura.

Mas hoje, meses após conceber a idéia da minha cicloviagem recebo uma feliz noticia de um colega da Bicicletada de São Paulo, ele vai comigo! Será só no começo, provavelmente no trajeto de Ushuaia até El Calafate, mas já esta de ótimo tamanho. Sua idéia é pedalar comigo, coletando o máximo de informações como fotos, vídeos para num futuro conseguir algum patrocínio e fazer uma cicloviagem maior.

Confesso que estava ficando muito ansioso em realizar a viagem sozinho, passou a ser um desejo, conquistar a Patagônia em um pedal solitário, mas agora vejo que será importante pelo menos começar com um companheiro. Afinal, nunca pedalei fora do Brasil e nunca fiz uma viagem tão longa em um lugar tão inóspito, sei que a presença de alguém trará companhia e mais segurança. Estou feliz!

Neste final de semana nos encontraremos para combinar os ajustes finais, comprar os equipos restantes e definir de vez o trajeto.

O Daniel fez um blog a parte para a viagem dele, vocês (três pessoas que entram no meu blog, rs) podem acompanhar acessando: http://bikestencil.blogspot.com/.

Abraços! Dia 15/03 esta chegando…

Categorias
Cicloviajantes

Morre em volta ao mundo o cicloturista “Valdo na Bike”

Em Março de 2009 Valdecir João Vieira (65) saiu de Joinville, SC para realizar o sonho de sua vida, dar a volta ao mundo de bicicleta pedindo paz ao mundo.

Nesta segunda-feira (01/03/2010) sua família recebeu uma triste noticia, após 11.502km pedalados, Valdo veio a falecer aparentemente de causas naturais dentro de sua barraca na região da Baja Califórnia, México.

Apesar de não conhece-lo pessoalmente, as informações e relatos cadastrados no site pessoal do Valdo (http://www.valdonabike.com) foram muito úteis para a minha preparação. Graças ao relato da Carretera Austral que ele disponibiliza neste link, pude mapear todos os pontos que vou passar em quanto estiver pedalando no Chile. Agradeço de coração o seu altruísmo e o parabenizo pela coragem e determinação. Sem dúvida uma fonte de inspiração para todos nós.

Segue abaixo a noticia disponibilizada pelo Jornal de Santa Catarina.

Familiares e amigos lamentam morte de ciclista de Joinville no México
Valdo queria dar a volta ao mundo de bicicleta

Familiares de Valdecir João Vieira, mais conhecido como Valdo, receberam nesta segunda-feira a notícia de que o aposentado de 65 anos havia morrido no México. Valdo saiu de Joinville em março do ano passado para dar a volta ao mundo de bicicleta. Ele teria sido encontrado morto, dentro de uma barraca, dia 24 de fevereiro. A suspeita é de que a morte tenha sido por causas naturais.

A família foi comunicada por uma mensagem no site onde o ciclista contava as experiências da viagem: http://valdonabike.com. Uma missa será celebrada nesta quarta-feira, às 19 horas, na Paróquia Santo Antônio, na zona Norte. Os parentes ainda não sabem se terão condições de financiar o translado do corpo para Joinville.

Fonte: http://www.clicrbs.com.br/especial/sc/jsc/19,0,2825400,Familiares-e-amigos-lamentam-morte-de-ciclista-de-Joinville-no-Mexico.html

Categorias
Brasil

Estrada de Manutenção da Rodovia dos Imigrantes

Gostaria de falar sobre o roteiro da minha primeira viagem de bicicleta, a Estrada de Manutenção da Rodovia dos Imigrantes (SP-160). Esta é uma excelente opção de Cicloturismo para os paulistas pois possui uma paisagem maravilhosa, não é muito dificil de se concluir e é tão próxima da Grande São Paulo que você nem precisa pegar um ônibus para chegar até lá, pode ir pedalando. Já fiz esta mini viagem varias vezes e irei descrever abaixo passo a passo de como faço para botar os pés na areia do litoral Sul com praticamente custo zero!

Saio bem cedo de casa, por volta das 6:00h e pedalo até a estação São Judas do Metrô que fica à 1km de distância da minha casa. De lá vou para a Rodovia dos Imigrantes onde começo a pedalar sentido litoral, sempre pelo acostamento ao lado direito tomando muito cuidado com os veículos e principalmente caminhões que passam em alta velocidade.

Após pedalar por mais ou menos 33km do ponto inicial (Metrô São Judas) chega-se ao viaduto que liga a Rodovia dos Imigrantes com a Rodovia Anchieta (SP-150). Deve-se pegar esta saída, sentido Anchieta para dar a volta por cima e cair no sentido contrário passando a pedalar na contra-mão da Rodovia dos Imigrantes, sempre pelo acostamento no sentido Litoral.

Siga por mais 2 km e chegue no Rancho da Pamonha. Este é o ultimo ponto de abastecimento antes de entrar no meio da Serra do Mar portanto aconselho a revisão dos suprimentos como alimentos de rápido consumo, bolachas, frutas e principalmente água.

Continue pedalando por pouco menos de 2 km sentido litoral na contra-mão e chegue ao acesso a Estrada de Manutenção, ela esta fechada para veículos com blocos amarelos. O melhor começa agora, sem automóveis. A estrada é só sua!

Uma vez na estrada de manutenção você deve ficar atento pois existem diversas bifurcações, eu recomendo baixar o arquivo GPX que disponibilizo logo abaixo e estudar bem o mapa, imprimindo-o e levando consigo, ou siga a seguinte regra: Mantenha-se a esquerda até passar as duas primeiras e pequenas entradinhas, da terceira em diante SEMPRE pegue as da direita até chegar ao acesso a Rodovia.

Se você não levar um GPS lembre-se de zerar o seu odometro assim que passar pelos bocos amarelos do acesso da Estrada de Manutenção e após aproximadamente 17,5km (seguindo a regrinha do parágrafo acima) começe a procurar a saída (à esquerda) que te levará a balança de pesagem de caminhões da Rodovia dos Imigrantes. ATENÇÃO: É facil empolgar-se com as descidas e esquecer desta saída, mas você se arrependerá de não pega-la pois lá em baixo você chega ao Parque Estadual Itutinga Pilões onde o acesso a pessoas sem aviso prévio é proibido, obrigando-o a dar meia volta.

Uma vez de volta na Rodovia, siga sempre com cuidado pelo acostamento (não tem mais túneis) até chegar ao litoral da praia de sua preferência, a mais próxima e a exibida no meu arquivo GPX é a de São Vicente.

Roteiro e geolocalização disponíveis no Google Maps: https://www.google.com/maps/d/u/0/viewer?msa=0&ll=-23.78364020227805%2C-46.49414099999999&spn=0.432922%2C0.727158&mid=1oKaxX2oLY58Ei_yXeVOl_Hhb5n4&z=11

Categorias
Patagônia

Passagens Compradas

Finalmente comprei as minhas passagens! Através do site Decolar.com descobri os melhores preços e comprei direto no site da companhia aérea, a Aerolineas Argentinas.

Como eu tenho três meses de pedal, posso ultrapassar a cidade de Bariloche e seguir rumo norte até Mendoza quem sabe. Portanto queria comprar só uma passagem de ida São Paulo -> Ushuaia. Acontece que só essa passagem de ida custa em torno de R$ 1300,00, curiosamente eu selecionei a opção de ida e volta e para minha surpresa a passagem ficou 40% mais barato, custando em torno de R$ 800,00 (com taxas inclusas).

Então eu comecei a pensar em uma maneira inteligente de associar a minha “imprevisibilidade” de destino final ao custo beneficio de adquirir a passagem de ida e volta e decidi comprar os trajetos:

São Paulo -> Ushuaia (15/03/2010)
Buenos Aires -> São Paulo (15/06/2010)

Dessa forma quanto mais ao Norte eu chegar melhor, pois posso comprar uma passagem de ônibus de qualquer cidade Argentina à Buenos Aires poucos dias antes do Voo e ainda será mais barato do que só ter comprado o trecho de Ida.

Fica ai a dica: Pesquise sempre varias opções de voos nos mais diversos sites, inclusive nas opções de Multiplos Destinos selecionando o destino final a sua cidade de partida.

www.decolar.com
www.rapi10.com.br
www.submarinoviagens.com.br

E se você deseja se locomover entre países europeus, lembre-se sempre do http://www.ryanair.com/ que oferece passagens aéreas a preços incríveis como 5 euros.