Morre em volta ao mundo o cicloturista “Valdo na Bike”

Em Março de 2009 Valdecir João Vieira (65) saiu de Joinville, SC para realizar o sonho de sua vida, dar a volta ao mundo de bicicleta pedindo paz ao mundo.

Nesta segunda-feira (01/03/2010) sua família recebeu uma triste noticia, após 11.502km pedalados, Valdo veio a falecer aparentemente de causas naturais dentro de sua barraca na região da Baja Califórnia, México.

Apesar de não conhece-lo pessoalmente, as informações e relatos cadastrados no site pessoal do Valdo (http://www.valdonabike.com) foram muito úteis para a minha preparação. Graças ao relato da Carretera Austral que ele disponibiliza neste link, pude mapear todos os pontos que vou passar em quanto estiver pedalando no Chile. Agradeço de coração o seu altruísmo e o parabenizo pela coragem e determinação. Sem dúvida uma fonte de inspiração para todos nós.

Segue abaixo a noticia disponibilizada pelo Jornal de Santa Catarina.

Familiares e amigos lamentam morte de ciclista de Joinville no México
Valdo queria dar a volta ao mundo de bicicleta

Familiares de Valdecir João Vieira, mais conhecido como Valdo, receberam nesta segunda-feira a notícia de que o aposentado de 65 anos havia morrido no México. Valdo saiu de Joinville em março do ano passado para dar a volta ao mundo de bicicleta. Ele teria sido encontrado morto, dentro de uma barraca, dia 24 de fevereiro. A suspeita é de que a morte tenha sido por causas naturais.

A família foi comunicada por uma mensagem no site onde o ciclista contava as experiências da viagem: http://valdonabike.com. Uma missa será celebrada nesta quarta-feira, às 19 horas, na Paróquia Santo Antônio, na zona Norte. Os parentes ainda não sabem se terão condições de financiar o translado do corpo para Joinville.

Fonte: http://www.clicrbs.com.br/especial/sc/jsc/19,0,2825400,Familiares-e-amigos-lamentam-morte-de-ciclista-de-Joinville-no-Mexico.html

Estrada de Manutenção da Rodovia dos Imigrantes

Gostaria de falar sobre o roteiro da minha primeira viagem de bicicleta, a Estrada de Manutenção da Rodovia dos Imigrantes (SP-160). Esta é uma excelente opção de Cicloturismo para os paulistas pois possui uma paisagem maravilhosa, não é muito dificil de se concluir e é tão próxima da Grande São Paulo que você nem precisa pegar um ônibus para chegar até lá, pode ir pedalando. Já fiz esta mini viagem varias vezes e irei descrever abaixo passo a passo de como faço para botar os pés na areia do litoral Sul com praticamente custo zero!

Saio bem cedo de casa, por volta das 6:00h e pedalo até a estação São Judas do Metrô que fica à 1km de distância da minha casa. De lá vou para a Rodovia dos Imigrantes onde começo a pedalar sentido litoral, sempre pelo acostamento ao lado direito tomando muito cuidado com os veículos e principalmente caminhões que passam em alta velocidade.

Após pedalar por mais ou menos 33km do ponto inicial (Metrô São Judas) chega-se ao viaduto que liga a Rodovia dos Imigrantes com a Rodovia Anchieta (SP-150). Deve-se pegar esta saída, sentido Anchieta para dar a volta por cima e cair no sentido contrário passando a pedalar na contra-mão da Rodovia dos Imigrantes, sempre pelo acostamento no sentido Litoral, clique aqui para ver este trecho no Google Maps.

Siga por mais 2 km e chegue no Rancho da Pamonha. Este é o ultimo ponto de abastecimento antes de entrar no meio da Serra do Mar portanto aconselho a revisão dos suprimentos como alimentos de rápido consumo, bolachas, frutas e principalmente água.

Continue pedalando por pouco menos de 2 km sentido litoral na contra-mão e chegue ao acesso a Estrada de Manutenção, ela esta fechada para veículos com blocos amarelos. O melhor começa agora, sem automóveis. A estrada é só sua!

Uma vez na estrada de manutenção você deve ficar atento pois existem diversas bifurcações, eu recomendo baixar o arquivo GPX que disponibilizo logo abaixo e estudar bem o mapa, imprimindo-o e levando consigo, ou siga a seguinte regra: Mantenha-se a esquerda até passar as duas primeiras e pequenas entradinhas, da terceira em diante SEMPRE pegue as da direita até chegar ao acesso a Rodovia.

Se você não levar um GPS lembre-se de zerar o seu odometro assim que passar pelos bocos amarelos do acesso da Estrada de Manutenção e após aproximadamente 17,5km (seguindo a regrinha do parágrafo acima) começe a procurar a saída (à esquerda) que te levará a balança de pesagem de caminhões da Rodovia dos Imigrantes. ATENÇÃO: É facil empolgar-se com as descidas e esquecer desta saída, mas você se arrependerá de não pega-la pois lá em baixo você chega ao Parque Estadual Itutinga Pilões onde o acesso a pessoas sem aviso prévio é proibido, obrigando-o a dar meia volta.

Uma vez de volta na Rodovia, siga sempre com cuidado pelo acostamento (não tem mais túneis) até chegar ao litoral da praia de sua preferência, a mais próxima e a exibida no meu arquivo GPX é a de São Vicente.

Fotos: http://www.flickr.com/photos/leandrorepolho/sets/72157619264341670/

Arquivo GPX: http://www.bikely.com/gpxexport/route/[…]

No Bikely: http://www.bikely.com/maps/bike-path/Estrada-de-Manuten-o-da-Rodovia-dos-Imigrantes

No Google Maps: http://maps.google.com/maps?f=q&sour[…]

Mais Fotos: http://www.flickr.com/photos/leandrorepolho/sets/72157623482677540/